Dicas

Como o cache pode tornar sua hospedagem WordPress performática

Como o cache pode tornar sua hospedagem Wordpress performática
imagem: Captura da página cloud.saveicloud

Uma das maneiras mais práticas de otimizar a hospedagem do seu site WordPress é monitorando e cuidando do cache, visto que em diferentes momentos ocorre alterações na plataforma pelo gerenciador de memória e com isso pode ter o servidor WordPress sobrecarregado, gerando lentidão e afastando os visitantes do seu site.

Pensando nisso, neste artigo vamos dar algumas dicas sobre:

  • Cache de página inteira do servidor
  • Cache de objeto de memória 

Conheça as diferentes formas de cuidar do cache do seu site WordPress para mantê-lo com alta performance e garantindo alcançar picos de acesso. 

Cache de página inteira do servidor 

O cache de página inteira pode contribuir para acelerar qualquer site, mas o armazenamento em cache diretamente do servidor é muito poderoso e eficiente em termos de recursos do que o armazenamento em cache em nível de aplicativo / PHP feito por meio de um plugin.

Se você possui servidores LiteSpeed, recomendamos usar o cache LiteSpeed que possui muitos recursos e vem com um plugin de cache WordPress muito útil, chamado “Cache LiteSpeed”. 

No caso dos servidores NGINX indicamos utilizar o FastCGI, porém não existe um plugin de cache NGINX oficial para WordPress, somente plugins “auxiliares NGINX” que facilitam as funções básicas de cache.

E não podemos esquecer da segurança do seu site, que pode ficar mais protegido se desabilitar o cache em páginas com formulários, carrinhos ou checkouts. Já em páginas privadas (para usuários conectados) podem ser armazenadas em cache, mas não recomendamos mexer nessas configurações, a menos que você tenha muito tráfego privado.

Também é importante ressaltar que você só pode habilitar o armazenamento em cache no nível do servidor se possuir ou tiver acesso ao servidor. Caso contrário, seu host WordPress decidirá quais opções de cache você tem.

  • A hospedagem compartilhada geralmente permite todos os plugins de cache.
  • A hospedagem gerenciada geralmente limita você apenas ao seu proprietário.

 

Cache de objeto de memória 

Qualquer site WordPress com muitos dados constantemente atualizados no front-end ou muitos números e relatórios no back-end, podem se beneficiar do cache de objetos. O cache de objetos armazena em cache apenas as consultas do banco de dados, tornando-o tecnicamente “mais lento” do que o cache de página inteira, porém é útil para acelerar páginas dinâmicas ou páginas privadas (usuários conectados, back-end de administrador) que não podem ser armazenados em cache estático.

A maioria dos sites estáticos ou de baixo tráfego não se beneficiam do cache de objetos, por isso indicamos que não os utilize para não torná-los mais lentos. Para otimizar sua plataforma recomendamos o uso do Redis que é o padrão ouro em cache de objetos. 

Caso seus dados não mudam com frequência, você pode definir tempos de cache de objetos mais longos que significam menos consultas ao banco de dados.

O cache de objetos pode ser gerenciado por plugins do WordPress, mas o ideal, se você tiver um plugin de cache para gerenciar o cache de página inteira e o cache de objetos. 

Mesmo mantendo todos esses cuidados com o cache da sua plataforma, existem questões que ainda assim não serão solucionadas caso não priorize uma hospedagem WordPress escalável e performática para garantir uma boa experiência aos seus usuários. 

Conheça e teste grátis por 14 dias a hospedagem WordPress da SaveinCloud.

comentário

Clique aqui para publicar um comentário