Esporte Flamengo Futebol Notícias do Flamengo

Pedro desabafa após vitória do Flamengo contra o Altos

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Pela Copa do Brasil, o Flamengo venceu o Altos neste domingo (01/05), no estádio Albertão, em Piauí. Pedro marcou o gol de empate da equipe Rubro-Negra, e João Gomes garantiu a vitória e a festa da fanática torcida presente.

Após o jogo, o camisa 21 comentou sobre os rumores sobre sua saída: “As pessoas querem ditar o que eu devo fazer. A carreira é minha, quem manda sou eu. Claro que jogar poucos minutos não é o que eu gosto, não é o que eu quero. Mas o Paulo tem conversado comigo pra ditar o que eu devo fazer em campo, movimentações. O que eu devo fazer é o que tá no meu alcance, que é trabalhar, performar, dar o meu melhor no dia-a-dia. É o que eu venho fazendo, focando em mim, focando no meu trabalho e no meio do ano a gente conversa e vê o que é melhor para todos nós. Sempre que eu tiver no Flamengo vou dar minha vida!”

Ele também divulgou uma nota nas redes sociais: “Na minha carreira cuido eu. Desde que cheguei aqui no Flamengo procurei me entregar e me doar ao máximo. Todos os dias. Em campo, no dia a dia e me cuidando fora dele. Entreguei muito em 2020 e 2021. Tenho consciência disso. Por escolhas de quem aqui estava, o que entreguei não foi suficiente para me tornar titular. Estou feliz por não estar entre os 11 e não jogando os principais os jogos? Claro que não. Se tivesse, certamente, penduraria as chuteiras. E isso nada tem a ver com o trabalho da comissão atual e o Paulo. Converso, procuro me aprimorar ao máximo para entregar aquilo que ele precisa de mim em campo. Por algum momento nesta temporada, “as sombras” do que não aconteceu em 2020 e 2021, de algum modo, contribuíram para baixar meu rendimento neste ano. Também sou ciente disso. E sabe o que mais me alegro? Consegui vencer meus pensamentos negativos e aqui estou. Forte. Fazendo aquilo que é necessário independentemente de qualquer coisa. O que será daqui pra frente? Não consigo prever. Uma coisa é certa: minha dedicação e empenho com essa camisa serão sempre íntegros. Pela instituição e seus torcedores, que me abraçaram desde o meu primeiro dia. Tenho meus sonhos e objetivos pessoais. Para realiza-los, não preciso ser antiprofissional. Vou seguir 100% no Flamengo até quando for para ser.”