Saúde

Xô acne e melasma: conheça os benefícios da auriculoterapia para a pele

Especialistas apontam uso de cristais e sementes com resultados já nas primeiras sessões
Foto: Canva

Especialistas apontam uso de cristais e sementes com resultados já nas primeiras sessões 

Todos os anos, milhares de pessoas recorrem a cremes e tratamentos diversos na busca pela cura de doenças de pele como a acne e o melasma. Muito comuns, esses males, por vezes, interferem na imagem e na autoestima das pessoas. Boa parte delas é composta por mulheres, principalmente devido às alterações hormonais. Atualmente, com a tendência cada vez maior de abandonar o uso de anticoncepcionais, o público feminino tem passado a sofrer com essas marcas indesejadas. Mas, além das máscaras e receitas caseiras, um procedimento inusitado tem alcançado bons resultados: a auriculoterapia 

“Diversas doenças podem ser tratadas com essa técnica. E, cada vez mais, nós especialistas estamos descobrindo que ela estimula o equilíbrio do organismo, por isso, estamos obtendo efeitos positivos também nos males ligados à pele, uma vez que boa parte deles está relacionada com desequilíbrios emocionais e hormonais”, explica a especialista em Acupuntura e professora na área de Auriculoterapia, Dra. Lirane Suliano. Vale lembrar que a técnica compõe as Práticas Integrativas e Complementares (Pics), que são oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

Diante disso, profissionais que atuam com auriculoterapia estão percebendo cada vez mais os efeitos da técnica, na prática, em consultas com seus pacientes. O procedimento, segundo Lirane Suliano, pode utilizar diversos estímulos, como sementes, cristais, eletroacupuntura e laser. “A técnica trabalha questões emocionais, inflamatórias e neurológicas, entre outras, com resultados rápidos e com a grande vantagem de não utilizar medicamentos”, avalia a especialista. 

Andréa Lopes, que atua em Petrópolis, no Rio de Janeiro, conquistou bons resultados em apenas uma única sessão. “Em 2021, uma paciente me procurou para saber se havia a possibilidade de ajudar no tratamento de acne, pois ela iria se casar em dezembro daquele ano. Logo que apliquei a auriculoterapia, com o uso de sementes, tivemos um resultado excelente já na primeira sessão”, explica a profissional da área.  

Para tratar a acne, Andréa usou pontos que estavam ligados ao fundo emocional da jovem, uma avaliação que já tinha sido indicada por uma dermatologista. “Ou seja, nesse caso, não foi preciso o auxílio de produtos para pele ou outros medicamentos, sendo a auriculoterapia o único meio para os resultados”, diz a profissional. Já Ellis Ramos, que trabalha na região Serrana do Rio de Janeiro, decidiu aplicar a técnica em si mesma. Profissional da área, ela sofria com o melasma e, após problemas de saúde familiares, a situação se agravou. Com o uso do cristal, logo na primeira sessão foi possível ver o resultado. “Já na quarta e última sessão que realizei, alguns pontos sumiram”, conta Ellis.  

Para quem deseja buscar pelo procedimento, uma boa notícia: não há contraindicações. “O que existem são pontos que não podem ser trabalhados em determinadas situações, como em gestantes e pessoas transplantadas, por exemplo. Nesse último caso, um paciente que toma um medicamento imunossupressor não permite trabalhar o ponto de imunidade. No caso das grávidas, pontos hormonais não devem ser trabalhados, mas outros como os de dores na lombar e ansiedade sim”, conclui Lirane. 

Sobre Lirane Suliano   

Lirane Suliano é cirurgiã-dentista, mestre e doutoura pela UFPR. Especialista em Acupuntura e docente da pós-graduação da Faculdade Ibrate, nas áreas de Auriculoterapia, Eletroacupuntura e Laserpuntura, já ministrou aulas para mais de 5 mil alunos, desde 2010, quando iniciou como docente de acupuntura e auriculoterapia em universidades. Autora do livro “Atlas de Auriculoterapia de A a Z 4ª Edição”, hoje, a Dra. Lirane Suliano é referência no ensino da técnica, sendo responsável pela criação do curso de pós-graduação na área em parceria com a Universidade Focus, em Cascavel, no Paraná, e por meio de cursos online, formando profissionais em todo o país. 

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário