Dicas

Conheça nove lançamentos de Ilan Brenman para presentear as crianças neste Natal

Conheça as novas obras de Ilan Brenman para presentear as crianças neste Natal
Fonte: canva


Para quem está em busca de novas opções de presentes neste Natal, a Editora Moderna selecionou nove lançamentos do escritor Ilan Brenman que podem ser uma alternativa divertida e criativa para as crianças

Todas as obras trazem ilustrações em suas páginas e retratam, com bom humor, as diversas experiências da infância, desde o gosto por colecionar objetos até a construção da própria imagem e modo de se apresentar ao mundo. Também abordam temáticas como convivência em família e qualidades como confiança, lealdade, bondade e astúcia.

Os títulos integram a lista de mais de 50 obras publicadas por Ilan Brenman. O autor é também psicólogo e apaixonado por contar histórias, muitas delas inspiradas nas experiências e descobertas das próprias filhas. Israelense e naturalizado brasileiro, defende a importância das histórias lidas e contadas oralmente na vida de bebês, crianças, jovens e adultos.

Confira as sugestões.

As 14 pérolas da sabedoria judaica

Nesta obra, Ilan Brenman e a ilustradora Ionit Zilberman mergulham de volta as suas raízes para trazer 14 contos populares da cultura israelenses. Ambos são israelenses naturalizados brasileiros. As histórias contadas no livro retratam, com bom humor, as alegrias e os desafios da convivência humana, e que rir de si mesmo é um caminho para viver com leveza. Para o escritor, essas histórias mostram que a sabedoria está ligada a conceitos de humildade, flexibilidade e astúcia. Em cada conto, os leitores poderão perceber uma mesma situação pode ter múltiplos pontos de vista diferentes.

A cicatriz

Quem nunca se machucou na infância? Neste livro, o leitor conhecerá Silvinha e sua cicatriz no queixo, uma marca que a garota conquistou após cair da cama e sentir a maior dor de sua vida. A experiência poderia ter se tornado um grande trauma na vida da menina, afinal, além da dor ela tinha o medo da cicatriz ficar para sempre em seu rosto. Mas, depois do susto, Silvinha percebe que ela não é a única a ter uma marca, seus pais também traziam no corpo cicatrizes das peripécias da infância. Mesmo o médico que fez seu curativo no hospital trazia na bochecha uma cicatriz de quando era criança. De forma leve, Ilan Brenman introduz aos leitores a clareza de que experiências como essa, por mais desagradáveis, dolorosas e perturbadoras que sejam no momento em que as vivenciamos, mais tarde tornam-se parte de nossa história, uma história que podemos compartilhar com outras pessoas.

A colecionadora de pedra

No universo dos colecionadores, há espaço para todos os gostos: livros, brinquedos, obras de arte, roupas, carros, jóias, e uma infinidade de objetos apaixonantes. Em A colecionadora de pedras, o leitor vai descobrir como Vivi desenvolveu o gosto por colecionar esses materiais únicos, que podem carregar milhares e milhares de anos de história e atravessar o nosso caminho, sem alarde, todos os dias.

A tiara de Clara

Todo mundo tem um objeto favorito, pode ser um sapato, uma camiseta, uma calça, um brinquedo. A verdadeira paixão da protagonista dessa história são as tiaras de cabelo. Clara tinha uma coleção delas, mas no dia que se deparou com uma tiara de laço de fita e lantejoulas azuis ficou enfeitiçada. A tiara acompanhava a garota em todos os lugares, do cabelereiro às aulas de capoeira. Nesta história, Ilan Brenman mostra como, desde muito cedo, imprimimos nossa forma de se apresentar ao mundo e construímos nossa autoimagem. A obra faz parte da série de livros Clara e Gabriel.

As botas do Gabriel

Gabriel é irmão de Clara e nunca entendeu porque a garota era tão apaixonada por uma tiara azul que não tirava do cabelo. Para ele, o gosto da irmã por um único objeto era descabido e exagerado e nunca imaginou que poderia sentir o mesmo por um simples acessório. O que Gabriel não imaginava é que um dia ganharia de presente um par de botas de chuva azuis com um desenho de raio. Foi amor à primeira vista e o garoto não tirava as botas dos pés para nada. Nesta obra, que faz parte da série de livros Clara e Gabriel, Ilan Brenman quebra o senso comum e mostra que não apenas as meninas podem gostar de roupas e acessórios.

Maenhê

Muitas mães vão se identificar com a protagonista deste livro. Em Maenhê, Ilan Brenman retrata o dia a dia corrido — e exaustivo — de uma mãe de duas crianças. Além de dar conta das tarefas de casa e do trabalho, a mãe é, o tempo todo, acionada pelos filhos para auxiliá-los em todos os momentos. Um dia, ela bola um plano para conseguir alguns instantes de sossego. Nesta obra, o autor usa uma narrativa próxima à realidade de seus leitores para que eles estejam mais abertos e demonstrem mais atenção e empatia para as necessidades de suas mães.

Quem assoprou as minhas velas

O cenário deste livro é um dos eventos prediletos das crianças: uma festa de aniversário. Em Quem assoprou as minhas velas, o leitor vai conhecer a história de João, o aniversariante. Seus pais organizaram uma linda comemoração e todos os seus amigos estavam presentes. Depois de muita brincadeira, chega tão esperada hora de cantar os parabéns, mas ao se preparar para assoprar as velinhas, uma coisa surpreendente acontece. Para saber desfecho, o leitor terá de acompanhar a história de João até o final.

O rei Davi, o príncipe Salomão e o ovo cozido

Um dia, o jovem Samuel participa de um grande banquete e pega emprestado um ovo de galinha com um dos convidados. Um ano se passa e, para espanto do personagem, o homem reaparece para cobrar Samuel, mas a dívida estava em um valor altíssimo, que ele não tinha condições de pagar. Para resolver o impasse, o jovem recorre ao rei Davi, conhecido por ser um homem justo e bondoso, a melhor pessoa para solucionar a dívida. Nesta obra, Ilan Brenanm, que é israelense naturalizado brasileiro, conta com a ajuda da ilustradora iraniana Rashin Kheiriyeh, em uma belíssima parceria que reforça a importância do diálogo e da tolerância diante as diferenças.

O vaqueiro que nunca mentia

Nesta obra, Ilan Brenman dá vida a um conto popular nordestino, que conta a história do vaqueiro Severino, um homem conhecido por sua honestidade e lealdade. O vaqueiro trabalhava para um rei muito importante no interior do sertão, que confiava profundamente em Severino. Um dia, porém, o vaqueiro passa por um grande teste que colocará sua boa reputação à prova. O conto tem ilustração de Veridiana Scarpelli.

Ficha técnica:

As 14 pérolas da sabedoria judaica – Moderna

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Ionit Ziberman

Páginas: 56

Preço sugerido: R$ 49

A Cicatriz – Moderna

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Ionit Ziberman

Páginas: 32

Preço sugerido: R$ 50

A colecionadora de pedras – Moderna

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Beatriz Castro

Páginas: 32

Preço sugerido: R$ 51

Para mais informações sobre o livro: clique aqui!

As botas do Gabriel – Moderna

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Guilherme Karsten

Páginas: 32

Preço sugerido: R$ 49

A tiara de Clara – Moderna

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Guilherme Karsten

Páginas: 32

Preço sugerido: R$ 52

Mãenhê – Moderna

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Guilherme Karsten

Páginas: 32

Preço sugerido: R$ 53

Quem assoprou as minhas velas – Moderna

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Magali Le Huche

Páginas: 32

Preço sugerido: R$ 52

O rei Davi, o príncipe Salomão e o ovo cozido – Moderna

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Rashin Kheiriyeh

Páginas: 40

Preço sugerido: R$ 56

O vaqueiro que nunca mentia – Moderna

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Veridiana Scarpelli

Páginas: 40

Preço sugerido: R$ 56

Sobre a Moderna

Com um catálogo formado por obras de autores brasileiros e estrangeiros, o principal foco da Salamandra é a valorização do livro como veículo de expressão de ideias, sentimentos e emoções desde a primeira infância até o início da adolescência. O selo publica obras que dialogam com o leitor, divertindo e provocando a reflexão sobre questões pessoais e do mundo, por meio de uma linha editorial ampla e diversificada para atender todos os gostos: livros tipo álbum para leitores iniciantes; e, para leitores mais fluentes, aventuras, histórias com temas do cotidiano. Tudo para fazer da leitura uma atividade prazerosa e significativa. Desde 2009, a Salamandra detém exclusividade sobre a obra literária de Ruth Rocha, uma das escritoras mais talentosas e queridas do Brasil, em uma iniciativa inédita no mercado de livros para crianças e jovens.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário