Esporte

Sociedade Hípica Brasileira em Festa

Sociedade Hípica Brasileira em Festa
imagem: Divulgação

O hipismo está em festa. A Sociedade Hípica Brasileira teve seus 83 anos comemorados durante dois finais de semana no fim do mês passado com um grande evento. Foram cerca de 600 cavalos inscritos nas provas de salto em todas as categorias que valiam desde pontos no ranking, até colocações para disputar a Copa do Mundo e a Liga Sul-Americana. “Para nós foi maravilhoso esse grande evento organizado pela nossa direção. Foram tantos cavalos inscritos que tivemos que construir novas baias,” explicou o presidente da sociedade Antonio Alegria Simões.

Sociedade Hípica Brasileira em Festa
imagem: Divulgação

O evento foi encerrado na noite de 28 com o clássico Troféu Perpétuo Roberto Marinho, grande apoiador do esporte. Emocionado, o filho do jornalista, o também jornalista e cavaleiro João Roberto entregou o prêmio nas mãos do vencedor, Luiz Felipe Pimenta Alves. “Eu fico muito feliz em manter esse prêmio. Acho uma homenagem muito justa a ele, que fez tanto pelo esporte,” assinalou João.

Foram 37 conjuntos que disputaram o troféu e somente 12 se classificaram para a segunda volta, que foi vencida por Luiz Felipe sem faltas e melhor tempo. O segundo lugar foi do cavaleiro José Roberto Reynoso Fernandez Filho e o terceiro de Daniel César Maranhão Khury. “Nosso esporte é muito trabalhoso. Hoje foi o meu dia”, exclamou o vencedor.

Sociedade Hípica Brasileira em Festa
imagem: Divulgação

À emissora Sportv ele comentou o resultado do mega cavaleiro Stephan Barcha, um dos favoritos do campeonato. “Montei um cavalo que acabei de estrear em um grande prêmio. Estou muito feliz pelo meu resultado, muito satisfeito. Nosso esporte envolve muita coisa, construção, reconstrução. E ganhar um grande prêmio é muito importante. Quando o Stephan entrou na pista, a égua dele é muito boa, um conjunto extraordinário, mas não deu. E hoje foi o meu dia”, comenta o campeão.
Outras provas importantes do evento foram a Prova Sportv vencida por Stephan Barcha, a Três Corações, com Nathana Martins Bedran Calil no Primeiro Lugar, MXM com destaque para Ivo Roza Filho, Jupiassú com vitória de Henrique Rocha Lobo, Village Mall vencida por Marcello Ciavaglia, Mineirat com Patrícia Viana em primeiro lugar, Haras Rosa Mystica vencida por Marco Antonio Modesto Filho, SABEMI por Rodrigo Ullmann e ARM Gestão, que valia o Troféu Rodolpho F. De Mello com Marianna Cassettari.