fbpx
Brasil Notícias Saúde

Bebê brasileiro adquire defesa pela amamentação contra Coronavírus

Joaquim tem apenas 2 anos e 2 meses e ele não sabe o quanto representa de esperança para a humanidade. Sua mãe Maryucha Miranda de Oliveira, 38, de Tubarão, SC, recebeu as duas doses da vacina da AstraZeneca e continuou amamentando o filho. Devido a uma doença autoimune que Joaquim possui, a Púrpura Trombocitopenica Idiopática PTI, que promove baixos níveis de plaquetas no sangue os pais resolveram solicitar testes para saber o efeito da vacina.

Fotos: Arquivo Pessoal

– Sempre tivemos muito cuidado durante  a pandemia pois a imunidade dele é baixa. Apesar de semanalmente estarmos no hospital por causa da doença e de saber que não existe ainda vacina contra a Covid-19 para a idade dele, acreditávamos na  possibilidade de transferir os anticorpos pelo leite materno – observou Maryucha, que é fisioterapeuta e trabalha na rede municipal de saíde de Tubarão.

Foi realizado um exame de anticorpos neutralizantes com o sangue da criança, sexta, 25/06 e o resultado confirmou a produção da proteção contra a vírus e inclusive também contra as variantes do grupo 2.

– Acompanhamos o caso e foi confirmado. Houve a transferência de anticorpos da mãe para o filho pela amamentação, não há outra possibilidade – afirmou o secretário de Saúde de Tubarão, o médico Daisson José Trevisol.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário