fbpx
Ciências Saúde

Secretaria de saúde do Estado do Rio confirma presença nova variante da Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio identificou a presença de  nova cepa, terça, dia 22/06, em Porto Real, no Sul Fluminense do estado. As autoridades de saúde do estado divulgaram que a linhagem ‘P.5’ tem a mesma estrutura da cepa original, porém sofreu mutações. Até o momento os pesquisadores informaram não ser possível afirmar que a nova variante seja mais letal ou transmissível.

Com os casos identificados nesta terça o Rio chega  a seis variantes identificadas. São elas:

1 – P.2: localizada no Noroeste.

2 – P.1 (Gamma): é a que tem mais incidência no estado e a mais encontrada em cada uma das seis regiões do Rio;

3 – P.1.2: mais encontrada no Norte e no Noroeste;

4 – B.1.1.7 (Alpha): detectada no Norte;

5 – B.1: cepa identificada entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021;

6 – P.5: descoberta em Porto Real.

O estudo e acompanhamento das variantes faz parte de uma parceria entre SES, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), do Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ, do Laboratório Central Noel Nutels, da Fiocruz, Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Os dados do monitoramento mostram ainda que a linhagem P.1 (Brasil) continua sendo a mais frequente no estado. Além disso, registrou uma baixa frequência da VOC B.1.1.7 (Reino Unido) e o declínio da P.2, desde novembro do ano passado.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário