fbpx
Rio em Foco Viagem & Lazer

Hotéis do Rio já estão com 58% de suas acomodações reservadas para o réveillon

Lideram a lista os hotéis do Centro, Copacabana e Leme, entre os mais procurados pelos turistas que desejam passar a virada do ano na Cidade do Rio de Janeiro. Mas, o que mais impressiona é que a procura por vagas em hotéis é ainda mais forte no interior. Nos municípios de Angra dos Reis, Itatiaia e Arraial do Cabo as vagas estão quase completas, pois já alcançara 90% de ocupação.

Em uma publicação feita esta semana, o Sindicato dos Meios de Hospedagens do Município do Rio (Hotéis Rio) informa que, até o momento, 58% dos quartos de hotéis da cidade já estão reservados para a data.

Mesmo que, abaixo 10 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado (68%), esse índice é considerado bastante promissor, pois se trata de um período bastante complicado, com o cancelamento da tradicional festa da virada nas areias de Copacabana por causa da pandemia…

Veja os bairros com maior taxa de vagas já ocupadas para o Réveillon:

Centro – 67%
Copacabana e Leme – 63%
Flamengo 61%
Recreio – 59%
Barra da Tijuca – 52%
Ipanema/Leblon – 51%.

Foto: gabrielvannini / Pixabay License


Já no interior, a ocupação é bem maior, com quase tudo ocupado!
Veja a lista dos mais procurados:

Angra dos Reis – 92,37%
Itatiaia/Penedo – 90,17%
Arraial do Cabo – 90%
Búzios – 88,75%
Petrópolis – 88,31%
Paraty – 86,05%
Teresópolis – 85,25%
Valença/Conservatória 81,88%
Vassouras – 75,58%
Nova Friburgo – 71,88%
Cabo Frio – 63,67%
Macaé – 58,21%

Em entrevista ao G1, o presidente da ABIH-RJ, Alfredo Lopes, disse que os números confirmam o otimismo do setor hoteleiro para a festa da virada.

“Os hotéis estão preparados, seguindo protocolos de prevenção e preparando suas festas privativas para oferecer um ambiente festivo e seguro a todos os turistas que buscam locais para confraternizar em pequenos grupos familiares ou de amigos, depois de um ano tão difícil. A procura aquecida para o interior é um retrato do público deste Réveillon: prioritariamente nacional, proveniente do próprio estado ou de vizinhos próximos, como São Paulo e Minas Gerais, e com perfil familiar”.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário