fbpx
Esporte

Torcida espera Fla eliminado de madrugada no Galeão e Vitinho é o vilão

Após sofrer a terceira derrota seguida para o São Paulo, desta vez por 3 a 0, o que custou a eliminação da COPA do BRASIL, pelo jeito os jogadores não vão ter sossego tão cedo. Ou até que uma boa atuação, com vitória, amenize os ânimos exaltados da torcida rubro-negra. Na madrugada deste dia 19, cerca de 200 torcedores aguardavam os jogadores do Flamengo, para , segundo eles, fazer várias ‘cobranças’. Os alvos seriam os zagueiros Thuller e Léo Pereira e o atacante Vitinho que isolou uma batida de pênalti muito acima do travessão

CENI: Desfalques por contusão, convocações e séries de jogos em pouco tempo não são desculpas

Com atletas convocados para suas seleções nacionais cheegando em cima da hora do jogo, como o lateral direito Isla e o meio campo Everton Ribeiro o técnico Rogério Ceni teve dificuldades para montar o time, Some-se a isso Rodrigo Caio, Diego Ribas, Felipe Luís, Thiago Maia e Gabigol contundidos. Além de Arrascaeta e Diego Alves voltando, mas para Ceni isso não é desculpa, “Temos que valorizar quem está aqui e não quem está fora. O time foi bem no primeiro tempo, muito parecido com o jogo no Maracanã, mas depois do gol no segundo tempo nos perdemos”.

“Agora é a hora da torcida abraçar este grupo”

Obviamente abatido e dizendo que todos os jogadores estavam arrasados o treinador disse que não é hora da torcida cobrar, ainda mais porque sábado já tem jogo pelo Brasileirão contra o Coritiba e terça compromisso importante pela Taça Libertadores. “A torcida do Flamengo tem que abraçar estes jogadores que fizeram muito, deram muitos títulos ano passado. A hora de apoiar é no momento difícil.

Mas não é bem assim que muitos pensam. As cobranças, críticas, xingamentos e até insinuações de agressões tomaram conta das redes sociais, “mete a mão na cara desses jogadores fdp, mostra para eles que para jogar no Flamengo tem que ter disposição” – incentivava o ódio Eduardo Nascimento e continuaram, “isso aqui é Flamengo, ou joga por amor ou joga por terror”, ameaçou Moisés Flexa. Porém alguns foram mais equilibrados como Thigo Borges, “a torcida tem que cobrar mesmo. Os caras estão ganhando muito e jogando pouco”.

Resta agora ao treinador Rogério Ceni juntar os pedaços, ver com quem ele pode contar e perguntado se tem como recuperar o elenco para o jogo da Libertadores ele foi enfático, “não só tem, como faremos. Mas o maior problema está na cabeça. Precisamos recuperar isso. Sofremos dois gols parecidos e o time sente muito”.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário