Saúde

Optometrista promove um olhar de cuidado sobre a saúde da visão

“A Optometria é a primeira barreira contra a cegueira evitável” – OMS

Muitas pessoas não se preocupam com a prevenção da saúde e quando o assunto é cuidar dos olhos, menos ainda. Porém existe um profissional pouco destacado e pouco valorizado que é o agente primário para melhor saúde da visão, o Optometrista.

Mais conhecido por realizar o exame de acuidade visual e prescrever a receita para correção visual, ou seja para óculos e lentes de contato, como resultado este profissional é de grande importância para a vida das pessoas quando o assunto é cuidar dos olhos.

– Nós optometristas fazemos o exame básico para diferenciar um olho sadio de um que tenha alguma alteração, consequentemente aquele para correção. No entanto, além da acuidade visual, há profissionais que se dedicam a terapias visuais, fisioterapia ocular, para uma melhor saúde da visão. Dentro da optometria há uma série de ramos como a optometria pediátrica, a desportiva que auxilia o atleta a ter um campo visual maior, percepção, e também a comportamental – esclarece a optometrista Michele Carvalho, da Clínica Opto Méier.

A optometrista Michele Carvalho na Opto Méier identifica doenças nos olhos e encaminha ao oftalmo para conferir melhor saúde da visão

Profissional pode identificar vários problemas de visão

Complementando que este profissional é capaz de identificar alterações nos olhos a optometrista lembra que a ciência existe há quase 150 anos. Ela classifica a importância do atendimento para a saúde da visão como algo a somar e destaca que a optometria é muito mais acessível tanto na facilidade de atendimento, quanto na questão econômica.

– Em geral somos procurados por quem tem menos condições, não tem plano de saúde e sem atendimento do SUS. Por exemplo, atendi uma criança que simplesmente por um exame de acuidade visual, estava na fila do SUS há três anos. Graças a isso teve baixa de aprendizado e quando o óculos ficou pronto ficou numa alegria imensa e disse, “mamãe estou te vendo!”. Então é algo que nós optometristas podemos ajudar e muito, é um trabalho social – observa a também acadêmica de optometria.

Identificada alguma patologia o optometrista encaminha imediatamente ao oftalmologista

Ao atender o paciente um dos momentos mais importantes para melhor saúde da visão é a conversa quando o optometrista pode identificar problemas tais como:

  • estrabismo (desvio)
  • diplopia (visão dupla)
  • ambliopia (baixa de acuidade visual)
  •  miopia (dificuldade de enxergar distante)
  •  hipermetropia (dificuldade para enxergar muito próximo)

Identificada alguma patologia Michele conta que encaminha ao oftalmologista, “um profissional de grande importância” – destaca.

Muitos profissionais de Optometria são bem preparados. Além do nível superior alguns fazem especializações e possuem pós graduação. Entretanto o maior problema para os profissionais atualmente é a luta pela regulamentação da profissão. Neste quesito Michele diz que todos seus colegas observam uma grande contradição.

– O curso superior de Optometria é reconhecido pelo MEC, por outro lado não é permitido exercer a profissão, não tem lógica. Há uma questão política, muitos interesses e o CBOO (Conselho de Óptica e Optometria), além de vários conselhos estaduais como o nosso, COOERJ (Conselho de Óptica do Estado do Rio de Janeiro) estão lutando há muitos anos pelo reconhecimento – esclarece.

Michele realizando exame para melhor saúde da visão do paciente

População mais carente é a maior beneficiada com o optometrista

Segundo o CBOO o mais importante é derrubar os decretos 20.931/32 e 24.492/34 da década de 1930. Pois na análise do Conselho “estes não respeitam a Constituição Federal por ofenderem o princípio da liberdade de ofício, no que toca as atividades para as quais foram formados os Optometristas brasileiros”. Sendo assim em nota o CBOO divulgou parecer do Min. Gilmar Mendes reconhecendo que:

…a prescrição de lentes não pode mais ser vista como ato privativo de médico: “Entretanto, considerando o reconhecimento pelo Estado dos cursos tecnológicos e de bacharelado em optometria, a proeminência do postulado do in dubio pro salute deixa de assumir preponderância sobre a liberdade profissional, pois os profissionais passam a exercer tal atividade de forma técnica e não mais com base em ensinamento familiar ou simples vivência prática, mormente em atenção ao princípio da harmonização social.”

Sem um atendimento primário e público na área da saúde da visão a população fica carente de assistência

  Acima de tudo o reconhecimento da profissão de Optometrista para Michele e seus colegas é vital para a saúde da visão. Em conclusão é uma profissão que ajuda muito a população, inclusive por atuarem de forma não medicamentosa e não invasiva, com campos de atuação variados como:

  • Postos de saúde
  • Centros de Reabilitação
  • Consultórios
  • Clínicas
  • Programas de educação visual

– Sem um atendimento primário e público na área da saúde da visão a população fica carente de assistência, boa parte espera anos na fila do SUS. E a Organização Mundial de saúde preconiza, “a Optometria é a primeira barreira contra a cegueira evitável no mundo”. O mais importante, com  acesso ao profissional de Optometria essa fila diminuiria substancialmente, resolvendo problemas de evasão escolar, dificuldades em aprendizado e diminuição do rendimento em atividades cotidianas – Conclui Michele Carvalho

Informações – Clínica Opto Méier, Rua Dias da Cruz 127, sl 402, whatsapp: 99209-9094

Conselho de Óptica e Optometria  https://www.cboo.org.br/

Conselho de Óptica do Estado do Rio de Janeiro  https://www.cooerj.org.br/