fbpx
Cidade

Fase 3: Rio promove flexibilização para academias, bares e nas praias

Seguindo seu plano de flexibilização das atividades, devido a Pandemia da Covid 19, a Prefeitura da Cidade do Rio começa uma nova fase nesta quinta, 02/07. O prefeito Marcelo Crivella já havia divulgado o primeiro estágio desta terceira fase que de acordo com decreto permite que:

  • Bares e restaurantes sirvam clientes nas mesas, organizadas com distanciamento de dois metros, de preferência, em espaços abertos. No espaço interno, deve ser respeitado o limite de 50% do número total de mesas. Nesta flexibilização Vedado o sistema self-service e música ao vivo. O horário máximo para o funcionamento é até as 23h. O uso de máscara é obrigatório, para evitar a contaminação pelo coronavírus, tanto para funcionários quanto clientes, no entanto estes podem retirar máscaras quando estiverem já nas      mesas e exclusivamente para refeições
  • Academias podem funcionar em horário integral, mas o cliente precisa agendar horário. Distância de 3 metros por pessoa. Aulas de natação são permitidas, no entanto apenas com hora marcada. Aulas de luta e dança estão permitidas, mas sem contato físico, para evitar  contaminação pelo coronavírus. São proibidas saunas, piscinas (exceto para aula de natação), kidsroom e spa. No crossfit não é permitido, o uso de equipamentos de difícil higienização, como pneus e corda naval.Uso de máscara é obrigatório.

Flexibilização: Comércio deve limitar quantidade de clientes e promover distanciamento

  • Quanto as atividades ao ar livre, em praias, a partir de agora estão autorizados treinos funcionais individuais na areia. Continua proibido o socializar na areia ou utilizar cadeiras e barracas, para evitar contaminação pelo coronavírus. Nos parques e praças, já estavam permitidas atividades físicas. No Voo livre:  passa a ser autorizada a aula, com voo com instrutor, em dupla.
  • Para o comércio as regras incluem  limite de público de 1/3 da capacidade total (4m² por pessoa), com distanciamento de dois metros entre as pessoas. Lojas de rua, centros comerciais com o horário reduzido, das 11h às 17h. Shoppings continuam das 12h às 20h. A Partir de agora Praças de alimentação nos shoppings podem abrir, mas seguindo as regras dos restaurantes, para evitar a contaminação pelo coronavírus.
  • No setor de beleza, Salões e barbearias de shoppings já podem oferecer serviços de depilação e tintura de cabelos. Estúdios de tatuagem estão autorizados a funcionar. O atendimento deve ser feito por agendamento, com limite de 1/3 da capacidade total de clientes (4m² por pessoa), mantendo o distanciamento de dois metros por pessoa, evitando a contaminação pelo coronavírus. É obrigatório o uso de equipamentos de proteção individual pelos funcionários, de acordo com cada atividade.É obrigatório o uso de máscara para funcionários e clientes.Volta a ser permitido o serviço de água e café. Segue proibido o atendimento por múltiplos profissionais ao mesmo tempo. Serviços de massagem, limpeza de pele, maquiagem e saunas permanecem fechados.

Segundo o prefeito a nova flexibilização foi devido a “baixa demanda de leitos de UTI e de enfermaria e o número de óbitos, que está estabilizado”

– Não há o que celebrar, mas os dados levantados pela secretaria de saúde nos mostram que tivemos um pico tenebroso em maio e que, depois, caímos para os patamares dos dias atuais – afirmou Crivella.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário